Translate

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

TATUTAGEM E PIERCING


Dias atrás um aluno me contou uma história muito interessante sobre um amigo que queria furar a orelha para colocar brincos.
Esse amigo pediu para um colega furar a orelha dele e foram para o banheiro da casa do "paciente" munidos de agulha e outros apetrechos para realizar a aparente inofensiva cirurgia, o que não recomendo a ninguém fazer.
Enquanto o colega se incumbia de fazer o furo, o amigo dizia: "Tá doendo, tá saindo sangue", e por ai...
Nesse momento a mãe chegou em casa e ficou espantada com os lamentos do filho. Abriu a porta do banheiro, abruptamente, para saber o que estava ocorrendo e não pôde acreditar no que viu!
Essa história me lembrou de quando meu filho era adolescente e me disse que ia colocar brinco e, na minha posição de mãe moderna, consenti. Mas deixei a pergunta no ar: "Você colocará brinco porque é de seu agrado ou porque está na moda?"
Na noite do mesmo dia em que fez o pedido, ele me procurou e disse: "Não vou colocar brinco coisa nenhuma..."
Embora aprecie e considere as pessoas independendo do que usam ou ostentam, vejo que o modismo ainda atrai muitas pessoas que, talvez, acreditem serem mais aceitas no seu grupo por este ou aquele ornato.
Portanto, quando me pedem opinião sobre o assunto, com relação ao mercado de trabalho, relato o que presenciei e observo no mundo corporativo.
Percebo que, na grande maioria das empresas, piercings ou tatuagens não são bem-vistos, sendo que algumas são muito rígidas com relação a esse quesito.
Se um candidato ostenta esses "ornamentos", deve saber que poderá ser reprovado numa entrevista de trabalho em empresas formais.
Aconselho para quem deseja usá-los que o faça em locais discretos, que possam passar despercebidos aos olhos de quem não precisa vê-los.

6 comentários:

Luciano disse...

Ótimo post. É pena, mas as empresas são obrigadas a passar a imagem que as pessoas querem ver e a maioria das pessoas não gosta de tatuagens, por exemplo. Isso só muda quando mudar a mentalidade do povo.

Luiza Miranda disse...

Querido Luciano,
Que bom receber seu comentário, pois vc é um expert em blogs e sua opinião é muito importante para mim.
A maioria das empresas formais possuem normas internas de conduta e quem não se adequa sente-se desconfortável e faz com que os outros se sintam desconfortáveis.
O cliente quer ser atendido por um profissional de sucesso e a imagem pessoal conta muitos pontos.
Um grande abraço saudoso,
Tia Luiza

Anônimo disse...

Ei, Luiza! tudo bem?Eu vi seu comentário no blog da Luciana(minha pele é melhor que a sua), e quando vc fizer o encontro de beleza aqui em BH , me dê um toque,ok?Adoraria comparecer.
Um grande abraço.
Patricia(prima)

Luiza Miranda disse...

Olá Pat,
Podíamos organizar esse encontro, que tal?
Mas sugiro que seja para janeiro, porque não tenho pique para agilizar o mesmo em dezembro...
Bjs e obrigada,
Luiza

Anônimo disse...

Ei, Luiza! Com certeza Dezembro é muito cheio de atividades, mas se precisar estamos ai.
Um abraço,
Patrícia

Luiza Miranda disse...

Oi Pat,
Achei muita graça vc me encontrar no blog da Luciana.
Sou fã dela.
Dezembro é repleto de atividades e e tenho que ir a SP.
Sendo assim pensei em marcar nosso encontro em janeiro.
Conto com seu apoio.
Estou com boas idéias sobre nosso encontro.
Bjs e obrigada,
Luiza