terça-feira, 2 de março de 2010

O HÓSPEDE CORRETO

Ao viajar para casa de amigos ou parentes, um hóspede, por mais experiente e educado, sempre causa algum transtorno na rotina dos anfitriões.

Para se tornar um convidado ideal é necessário seguir algumas regrinhas básicas relativas ao convívio diário. Sua presença, dessa forma, será sempre bem-vinda:


• Evite hospedar-se na casa de alguém sem ser convidado.
• Evite chegar de surpresa.
• Verifique se a família está em condição financeira, psicológica ou passando por algum problema, por exemplo, de saúde, antes de se hospedar.
• Leve um mimo para os donos da casa que pode ser flores, bombons, DVD de um bom filme, vinho, uma peça decorativa ou algo que tenha a ver com os anfitriões.
• Siga e preserve a rotina da casa e respeite os compromissos dos anfitriões, evitando que eles tenham que lhe prestar atenção total.
• Evite depender dos anfitriões para sair ou para participar dos seus programas preferidos.
• Evite levar muitas malas, pode causar má impressão quanto ao tempo da estada.
• Seja independente e tenha uma programação própria; prepare-se para cumpri-la naqueles momentos em que seus anfitriões não podem lhe dar atenção total.
• Evite interferir na rotina dos filhos de seus anfitriões. Pelo contrário, ofereça-se para ajudar a mantê-la.
• Ofereça para colaborar com a manutenção da casa, se houver necessidade e os donos não se importem.
• Arrume sua cama, estenda sua toalha, lave e passe suas roupas e organize todos os seus pertences.
• Se tiver oportunidade, e souber cozinhar, ofereça para preparar algum prato, mas mantenha a cozinha organizada.
• Se não souber cozinhar, é elegante patrocinar alguma iguaria, de preferência que seja surpresa.
• Evite atender ao telefone se não for autorizado ou solicitado.
• Não utilize o telefone sem consentimento; autorizado, seja muito breve.
• Evite trancar-se no quarto ou em qualquer outro cômodo da casa.
• Mantenha-se na área social da casa.
• Em momento algum dê ordens ou solicite algo para qualquer empregado da casa, a menos que seja sugerido. Nesse caso, lembre-se de dar uma gorjeta ou um mimo.
• Agradeça e elogie sempre!
• Ao regressar, ligue agradecendo novamente pela hospedagem.


Fonte: Ana Vaz. Consultora e palestrante em Etiqueta e Imagem Pessoal. Autora dos guias Pequeno Livro de Etiqueta e Pequeno Livro de Estilo, ambos lançados pela Verus Editora. 23/01/2009
Foto: www.intercessaodemulheres.blogspot.com

2 comentários:

Limara Lis disse...

Oi, Luiza!

Maravilhosas dicas! Realmente é difícil ser hóspede. Se a pessoa quer sentir-se em casa é só não ir para a casa alheia! rsrs

Beijos!

Luiza Miranda disse...

Olá Limara,
Seu comentário procede.rs
Grata pela visita.
Um grande abraço,
Luiza