sábado, 28 de agosto de 2010

CAVIAR





Outro dia, assistindo ao programa Vídeo Show, deparei-me com cenas em que o apresentador e o público participavam de um entrave quanto ao fino acepipe, pois a maioria das pessoas não tinha conhecimento a respeito da iguaria e do seu modo de comer.

O caviar é uma iguaria de luxo, que consiste em ovas do peixe esturjão, oriundo do mar Cáspio, não-fertilizadas salgadas, sem qualquer outro tipo de aditivo, corante ou conservante.

De acordo com sua qualidade (sabor, tamanho, consistência e cor), atingem preços altíssimos e está presente na alta gastronomia.

O alto preço é devido aos complicados processos de extração e envasamento, por se tratar de um produto muito frágil.
Esse trabalho envolve muito esforço e ao mesmo tempo muita delicadeza ao lidar com um peixe de dezenas de quilos, para extrair um alimento tão precioso.

No Brasil, devido ao alto custo com adição de impostos, raramente é consumido, mas a criação de esturjão em águas brasileiras poderá ser uma solução para popularizar o caviar.

Algumas considerações para apreciar e degustar:
• Mesmo em mesas fartas o correto é passar o mínimo possível sobre o acompanhamento, pois seu gosto é muito acentuado e, caso contrário, provoca um grande equívoco no paladar.
• É servido gelado, em recipiente de cristal ou prata em cima de gelo para conservação, pois deterioram facilmente.
• Os talheres de prata são os mais indicados, pois os de metal comum podem alterar o sabor.
• São servidos sobre blinis (mini-panqueca russa), pãezinhos ou torradinhas e com a espátula de prata espalha-se uma pequena porção.
• É adequado pingar por cima gotinhas de limão para suavizar o gosto forte e gorduroso do caviar.
• Como seu sabor é muito pronunciado não é acrescentado nenhum condimento ao mesmo.
• Degusta-se delicadamente com a língua, pressionando as bolinhas contra o céu da boca onde se rompem e liberam o suco.
• Serve-se como acompanhamento, algumas vezes, uma porção de gemas e claras de ovos cozidas, duras e picadas, que poderão ser colocados por cima do mesmo.
• A vodka e espumante são bebidas que acompanham bem esta iguaria.
• Depois de aberto não é devolvido à geladeira.
• É também utilizado também para decorar pratos e canapés.

BOM APETITE!!!!!!!

4 comentários:

Little Place Of Girls disse...

oi, adorei tudo aqui.
Suas postagens, são ótimas, adorei ler.
Se poder da uma passadinha lá no meu blog:
http://kah-catarina.blogspot.com
vou adorar se você também seguir e comentar nossa postagens!

beijos, te encontro lá.

Luiza Miranda disse...

Olá,
Fiquei feliz com sua visita e comentários.
Muito obrigada.
Abraços,
Luiza

Anônimo disse...

"É adequado pingar por cima gotinhas de limão para suavizar o gosto forte e gorduroso do caviar."

Gorduroso? Então é pior do que pensei. Deve aumentar o colesterol ruim.

"Degusta-se delicadamente com a língua, pressionando as bolinhas contra o céu da boca onde se rompem e liberam o suco."

Eca, que nojo.

Luiza Miranda disse...

Olá,
Realmente o caviar é rico em colesterol.
Como deve ser consumido moderadamente, pois o gosto é muito forte, acredito que não propicia tantos danos.
Embora não seja apreciado por alguns, muitos amam essa preciosa iguaria.
Grata pela visita.
Abs,