terça-feira, 9 de novembro de 2010

LEITURA

Lendo o Jornal Estado de Minas, me deparei com uma questão alarmante sobre uma pesquisa que mostra que a maioria dos jovens mineiros não lê livros, não pratica esportes e não vai ao cinema, sendo que 55,5% declararam que não se interessam pela internet.

Segundo a jornalista Luciene Evans, se a cultura e o lazer estão fora do cotidiano dessa parcela da população, a educação vai pelo mesmo caminho.

Muitos jovens entrevistados não conhecem os grandes autores nacionais, não freqüentam salas de cinema e não acham graça na “navegação virtual”.

A coordenadora do PAD (Pesquisa por Amostra de Domicílios), Nícia Raies, ressalta que os índices da educação, se comparados com os do passado, melhoraram muito, mas que é necessário um grande investimento para a juventude de hoje.

Lembrei-me do acróstico que fiz há poucos dias e remeto abaixo:

Ler é conhecimento
Estar conectado ao tempo
Imaginar o impossível
Transportar-se ao invisível
Unir-se à inspiração
Riqueza de emoção
Algo imperdível.

Autora: Luiza Miranda

Fonte: EVANS, Luciane. Juventude longe da cultura. Jornal Estado de Minas. Belo Horizonte, 29 de outubro de 2010.

Nenhum comentário: