Translate

terça-feira, 16 de julho de 2013

EXODUS VIAGENS E TURISMO - 2ª EDIÇÃO VIAGENS EM DEBATE


O objetivo do relevante evento se pautou em salientar o papel do turismo nos BRICS, países que possuem características econômicas em comum, permutarem experiências e promover Belo Horizonte.


A AMMG - Associação Médica de Minas Gerais foi palco de grandioso evento, nos dias 10 e 11/07, que contou com a presença de ilustres convidados internacionais e profissionais do trade turístico de várias empresas nacionais e multinacionais. Os painéis de alto nível, ministrados por profissionais gabaritados, apresentaram um cunho didático e transmitiram aos participantes notáveis conhecimentos sobre os temas em questão.
 
Promovido pela Exodus Viagens e Turismo, em parceria com a Associação Comercial de Minas Gerais (ACMinas), com apoio do Sistema FeComércio e da Belotur, o encontro visou também aumentar a competitividade do Turismo de Negócios entre os BRICS - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, promover o intercâmbio cultural, gastronômico e apresentar os atrativos turísticos destes países.
 
Na abertura, dia 10/07, a cerimônia de abertura contou com autoridades de diversas instituições como Silvana Nascimento, Secretária Adjunta do Estado de MG; Roberto Luciano Fagundes, Presidente da ACMinas; Monica Monteiro, presidente da ABEOC/MG e Virgínia Stephens, diretora da Exodus. Rodrigo Perpétuo, Secretário Adjunto da Secretária Municipal de Relações Internacionais, representando o prefeito Márcio Lacerda, comentou em seu discurso que os países que configuram os BRICs necessitam se apresentar para fomentar as relações na cidade.  
 
Após a abertura houve um painel sobre atrativos turísticos em países visitados pelos renomados médicos Cid Veloso, Julio Weinberg e Pedro Paulo Marque. A noite foi finalizada com um coquetel, que contou com a apresentação do Trio Musical Amaranto.
 
Virgínia Stephens, mentora do evento comentou, na ocasião: “O conceito desta abertura foi idealizado a fim de atingir o público que almeja conhecer os melhores pontos turísticos dos países do BRICs e mostrar o que há de melhor no mercado”.
 
A advogada e cliente da Exodus, Ângela Gomes Jelihovschi, participou da abertura e salientou: “O evento superou minhas expectativas, especialmente pela organização e conteúdos proferidos nas palestras”.
 
No dia 11/07, pela manhã, foi proferida palestra com o Pesquisador do Centro de Estudos e Pesquisas BRICs PUC- RJ, Sérgio Velloso, cujo tema foi “A importância das cidades nos BRICs e o papel do Turismo”.
 
Posteriormente, aconteceu um Case Study, com Thaís Moraes de Oliveira Veloso Costa, que abordou sobre “Gestão de cartões de viagens corporativas e compliance BRICs”. “O gestor de viagens corporativas desenvolve e negocia políticas, viabiliza hospedagem e meios de pagamento. As empresas devem pensar nas políticas de negociação desta atividade e criar um grupo em Belo Horizonte, que envolva companhias aéreas, redes hoteleiras, locadoras de veículos e outras, a fim de discutir as melhores práticas de viagens na cidade”, ressaltou Tháis.
 
Houve um ciclo de palestra sobre “O perfil do turista dos BRICs no Brasil e seus impactos”, sob a batuta de Wang Qingyuan, Primeiro Ministro Conselheiro da Embaixada da República Popular da China no Brasil; Elson de Barros, Cônsul da índia e Ekaterina Eskova, Conselheira do Presidente do Conselho Empresarial da Rússia e Brasil. Dissertaram sobre economia, investimentos, destinos turísticos, dificuldades e desafios relativos a estes temas, assim como os passos para promover ações no Brasil e nos países participantes. Ekaterina enalteceu a criação de um comitê “Descubra Brasil”, na Rússia.
 
Após o almoço as atividades foram retomadas com novos Case Study relativos a “Eventos e feiras realizados nas grandes cidades dos BRICs” com o moderador Rodrigo Perpétuo e os painelistas Daniel Manucci, Presidente da Câmara Chinesa; Wei Lin, Representante da Zhonglun W&D – China; Leonardo Ananda, Presidente da Câmara Índia-Brasil; Gilberto Ramos, Presidente da Câmara Brasil – Rússia de Comércio; Robson Rodrigues, Gestor Mundial de Viagens da Ingersoll Rand, UATO Washington DC e mediação de Wellington Costa, presidente da GBTA – Brasil. Estes citaram, entre outros, a relevância da câmara em destacar o Brasil no cenário internacional e as dificuldades em negociar com outros países, no que tange à diferença cultural, idioma, desconhecimento da forma que o outro país negocia e falta de interação quanto à legislação vigente. Gilberto Ramos enfatizou que o Brasil entra com sua força nos BRICs, como grande fornecedor de matéria prima.
 
O evento foi encerrado com outro Case Study a respeito das “Perspectivas do turismo de negócios para grandes eventos em Belo Horizonte, com a participação de Mariana Bahia, Assessora de Relações Institucionais da Secopa-MG; Mauro Werkema, Presidente da Belotur e Cristina Abreu de Oliveira, Gerente de Projeto do Circuito Cultural Praça da Liberdade. 
 
 
 
 


 
 
 

Nenhum comentário: